Comunicação

Fapes apoia financeiramente 50 projetos de empreendimentos pelo programa Sinapse da Inovação

11/01/201814:31:38

Depois de receber mais de 1200 propostas de empreendimentos, o Programa Sinapse da Inovação – Conexão Espírito Santo, finalmente chegou à lista final homologada, disponível no site da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) (https://fapes.es.gov.br/).

>> Confira a lista completa: https://goo.gl/J3Qurz

Na tentativa de financiar o máximo de boas ideias possíveis, diretores da Fapes se reuniram e conseguiram aumentar o número de 40 para 50 selecionados, sendo que os 10 novos irão receber o apoio financeiro de forma variada, de acordo com o que cada empreendimento demanda e com o que o órgão pode disponibilizar. Já os 40, vão receber o aporte de R$ 50 mil, conforme divulgado no início do projeto.

Além do apoio financeiro da Fapes, as futuras empresas de sucesso também vão contar com o suporte do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae/ES), onde serão atendidas com consultorias durante um ano, para que cada ideia vire e se torne uma startup e seja de fato consolidada. O Sinapse contribuiu para o estabelecimento da ponte entre academia e indústria no Espírito Santo, já que muitas das ideias vieram de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduação como de pós-graduação.

Sobre o Programa

O Sinapse da Inovação visa identificar ideias inovadoras e com potencial de se tornarem negócios de sucesso, dando suporte necessário à estruturação da empresa e ao aperfeiçoamento do produto ou serviço inovador. O programa está sendo desenvolvido pela Fapes, autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e também pela Fundação Certi. “Este programa já funciona em outros Estados e por isso trouxemos para o Espírito Santo, com o objetivo de atender amplamente às tecnologias capixabas. Queremos a diversidade econômica por meio da tecnologia. O Sinapse promove a cultura empreendedora em todos os níveis”, destacou o diretor-presidente da Fapes, José Antônio Bof Buffon. Retrospectiva do Sinapse

No total, 1272 ideias inovadoras foram submetidas no portal do Sinapse da Inovação, em 2017, e mais de 5 mil empreendedores de 57 municípios do Estado foram capacitados na primeira fase do programa, com especialistas da Fundação Certi, de Santa Catarina, do Sebrae e outros parceiros. Este foi o segundo maior número de ideias submetidas na história do Sinapse da Inovação, desde sua criação em 2008, em Santa Catarina.

Em setembro do ano passado, 300 ideias foram aprovadas para a Fase 2. Estes selecionados tiveram que submeter um projeto de empreendimento, em que foram avaliados até chegar a terceira fase de seleção. Já em meados de novembro, os autores das ideias submeteram o projeto de fomento, concretizando a Fase 3.

Como funciona

Na primeira fase, os interessados apresentaram suas ideias de negócio e a equipe de trabalho. O objetivo foi verificar se a ideia submetida era inovadora e se traz benefícios para a região e o seu potencial de mercado. Passam para a segunda fase 300 propostas, e os selecionados elaboraram um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

A terceira fase – pela qual passaram 150 propostas – consistiu no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas foram oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor. Agora na final, todos os selecionados vão receber um aporte financeiro da Fapes, além de serviços técnicos do Sebrae. Durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

Fonte: Assessoria de comunicação da Fapes (comunicacao@fapes.es.gov.br)

Informações adicionais à imprensa: Palloma Spala/ Fernanda Magalhães - (27) 3636-1867

Voltar ao índice