Comunicação

Iniciativa Araucária+ é agraciada na maior premiação ambiental da região Sul

01/08/201719:14:06

A Iniciativa Araucária+, desenvolvida em parceria entre a CERTI e a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, recebeu na tarde desta sexta-feira (28/07) o Troféu Onda Verde, entregue aos vencedores do 24º Prêmio Expressão de Ecologia. Reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como maior premiação ambiental da Região Sul do Brasil, o evento foi realizado na sede da FIESC, em Florianópolis, e contemplou 23 instituições e iniciativas que se destacaram em ações sustentáveis em 2016. A Iniciativa Araucária+ foi premiada na categoria “Tecnologias Socioambientais”.

O diretor da CERTI Marcos Da-Ré foi o responsável por receber o Troféu Onda Verde em nome de toda a equipe envolvida na Iniciativa Araucária+, que atua desde 2013 no Planalto Serrano catarinense promovendo a conservação da Floresta com Araucárias por meio da inclusão socioeconômica de proprietários de áreas naturais em cadeias produtivas inovadoras, tendo como base espécies nativas não madeireiras dessa floresta, como a erva-mate e o pinhão.

"Esse prêmio simboliza um importante reconhecimento da CERTI e da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, além de todos os demais envolvidos nesse Ecossistema de Inovação para a criação de valor compartilhado nas cadeias produtivas da Floresta com Araucárias. É uma consequência do engajamento de todos os envolvidos nessa Iniciativa", destaca Marcos Da-Ré, que esteve acompanhado do presidente do Conselho de Curadores da CERTI, Carlos Alberto Schneider.

Por meio da Iniciativa Araucária+, os produtores da região têm acesso a um mercado diferenciado, rede de Ciência, Tecnologia & Inovação, políticas públicas e investidores. O objetivo principal é alavancar a conservação da Floresta com Araucárias - ecossistema que tem hoje menos de 3% de sua cobertura original - por meio de negócios inovadores e sustentáveis. Em 2016, foram conservados mais de 470 hectares de floresta, envolvendo mais de 100 diferentes atores atuantes na região, como produtores rurais, Organizações da Sociedade Civil, Poder Público, grupos de pesquisa, empresas, entre outros.

A intensa e predatória exploração madeireira do ecossistema natural em questão, no início do século XX, resultou na redução drástica da área originalmente coberta pela Floresta com Araucárias – ecossistema do Bioma Mata Atlântica. A Iniciativa Araucária+ organiza numa ponta os produtores rurais e na outra, empresas do mercado que estão dispostas a pagar um sobrepreço pelos insumos rastreáveis e sustentáveis de espécies nativas – como o pinhão, que é a semente da araucária, e a erva-mate, planta utilizada como matéria-prima para bebidas como chás e chimarrão. Isso gera valor compartilhado para todos os envolvidos, inclusive para a Floresta com Araucárias.

A Iniciativa contribui para a conservação da floresta ao incentivar os produtores rurais a adotarem um padrão sustentável, que inclui orientações de coleta das pinhas e outras ações de manejo responsável. Além disso, os proprietários que integram a Iniciativa são incentivados a preservar remanescentes florestais que não serão utilizados para produção comercial. Aqueles que se comprometem a manter áreas de vegetação nativa em estágio avançado de conservação, sem intervenções, recebem a mais por isso.

“Para possibilitar essa remuneração adicional, a cada transação comercial realizada no âmbito da iniciativa, parte dos valores é destinado a um fundo, e esse recurso é utilizado para bonificar os proprietários que conservam integralmente áreas de vegetação nativa”, afirma a diretora executiva da Fundação Grupo Boticário, Malu Nunes.

Prêmio Expressão de Ecologia: O Prêmio foi criado em 2003 pela Editora Expressão e é reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como a maior premiação ambiental da região Sul do Brasil, com a participação de 2.517 cases das principais empresas, ONGs, prefeituras e entidades da região. Somente nesta edição foram 109 projetos de 80 organizações, que concorreram em 17 categorias. O evento de premiação (Fórum de Gestão Sustentável) foi realizado na sede da FIESC, em Florianópolis (SC).

Crédito das fotos: Marcos Campos

Voltar ao índice